26 de jan de 2013

ESNOBANDO O GOLEIRO OUTRA VEZ...

Comentei, há dias, que goleiro pode pegar tudo que o herói será sempre o artilheiro. Está em
http://cadikimdicadacoisa.blogspot.com.br/2013/01/esqueceram-do-goleiro-para-variar.html.
Achei que havia esgotado. Mas repetiu-se no jogo Bahia x Goiás, semi-final da Copinha. Durante o jogo, Paulo Henrique, o goleiro do Goiás defendeu um pênalte. O juiz mandou repetir, porque um jogador do Goiás invadiu a área. Paulo Henrique defendeu de novo. Duas cobranças bem feitas, duas grandes defesas. Empate no final, o jogo acabou indo para os pênaltes. Paulo Henrique defendeu os dois primeiros (defesas com dificuldade no mínimo média) e os cobradores do Goiás converteram. O terceiro cobrador do Bahia mandou um balaço no travessão. O cobrador do Goiás converteu e a série terminou com a vitória por 3 x 0 e classificação do Goiás para a final.
Paulinho foi o grande destaque da classificação do Goiás para a final da CopinhaPois não é que o narrador disse que o terceiro cobrador do Goiás classificou o time para a final? Quem tem de ser citado, enaltecido e tudo a que tiver direito é o Paulo Henrique. Que que é isso? Defende um pênalte durante o jogo, duas vezes (levando tudo para a decisão por pênaltes), depois defende dois seguidos e não foi ele quem classificou o Goiás? "É demais pros meus sentimentos, tá sabendo?".

Foto: UOL.
http://esporte.uol.com.br/futebol/campeonatos/copa-sao-paulo/ultimas-noticias/2013/01/23/com-luva-vendida-por-harley-goleiro-pegador-de-penalti-do-goias-quer-substituir-idolo.htm